PICO, PICOS e SPIDER: um estudo comparativo de especificidade e sensibilidade em três ferramentas de busca para revisões sistemáticas qualitativas - Ciência e Engenharia de Materiais

Hot

terça-feira, 30 de novembro de 2021

PICO, PICOS e SPIDER: um estudo comparativo de especificidade e sensibilidade em três ferramentas de busca para revisões sistemáticas qualitativas

     






Resumo: Os autores conduziram pesquisas em bases de dados para avaliar os resultados obtidos utilizando os critérios de pesquisa PICO, PICOS e SPIDER.



Revisões sistemáticas são produções científicas com grande importância, especialmente na área da saúde, como ferramentas que auxiliam na tomada de decisões baseadas em evidências. Para produzir este tipo de revisão é necessário conduzir uma pesquisa abrangente tentando identificar todos os artigos relevantes que após encontrados serão assimilados por meio de análises estatísticas. A abrangência do processo de pesquisa tem sido vista como um fator chave na prevenção de vieses e para fornecer uma visão das pesquisas disponíveis.


Ao desenvolver uma estratégia de pesquisa, são utilizadas ferramentas para listar os termos pelos conceitos principais na pergunta de pesquisa. A ferramenta PICO (Population - população, Intervention - intervenção, Control - controle e Outcome - desfecho) é uma das mais utilizadas juntamente com a sua variante, PICOS ( onde o S significa Study type - tipo de estudo). Há também outra ferramenta de pesquisa emergente que se chama SPIDER  (Sample - amostra, Phenomenon of interest - fenômeno de interesse, Design, Evaluation - avaliação, Research type - tipo de pesquisa).


Foi feito o teste entre as três ferramentas em uma pesquisa para identificar as experiências de saúde de pessoas com esclerose múltipla. Termos de pesquisa idênticos foram utilizados nas ferramentas de pesquisa PICO, PICOS e SPIDER e comparados nas bases de dados Ovid MEDLINE, Ovid EMBASE e EBSCO CINAHL Plus.


Os resultados mostraram mais resultados na ferramenta PICO enquanto a ferramenta SPIDER gerou muito menos artigos para serem avaliados, porém a ferramenta SPIDER não encontrou cinco artigos considerados relevantes para a pesquisa que foi encontrada com o PICO. A ferramenta PICOS gerou menos resultados que a PICO e mais que a SPIDER, porém não conseguiu encontrar mais resultados relevantes do que a ferramenta SPIDER.


Os autores do artigo recomendam a utilização do PICO para efetuar uma pesquisa mais abrangente e a ferramenta PICOS quando é necessário economizar tempo e recursos. Também foi concluído que a ferramenta SPIDER é promissora devido a sua alta especificidade, porém há um risco de não encontrar alguns artigos relevantes ao utilizá-la.




Referência:

METHLEY, A. M., CAMPBELL, S., CHEW-GRAHAM, C., et al. PICO, PICOS and SPIDER: A comparison study of specificity and sensitivity in three search tools for qualitative systematic reviews. BMC Health Services Research. [S.l.], BioMed Central Ltd. Disponível em: /pmc/articles/PMC4310146/. Acesso em: 18 nov. 2021. , 2014.


Redação: Gustavo Xavier Peres - UTFPR